Sete maneiras de perder peso após os 60 anos



Para muitos de nós, a vida fica melhor e mais fácil à medida que envelhecemos, nos sentimos mais confortáveis e confiantes do que somos. Deixamos de lado o que não nos convêm e vamos além nas coisas que funcionam.


Com toda a sua experiência, você sabe que perder peso não é uma tarefa fácil - tanto na teoria quanto na prática-. Diminuir seus quilinhos pode ser tarefa muito árdua quando suas costas o impede de levantar da cama de manhã, seu joelho dói ao ficar sentado, seu equilíbrio já não é mais o mesmo. Você sabe também que somente controlar a alimentação não funciona. Isso você já fez. Várias vezes.


Os especialistas concordam que é importante se concentrar em alcançar seu peso ideal, não importando o número de velas que você colocou em seu bolo este ano. "O excesso de gordura é algo que não se deve ignorar, não importa quantos anos nós temos", relatou Robert Huizenga, um médico que se destacou no programa "The Biggest Loser" da Tv americana.


Sabemos que, enfrentar uma batalha dessa, aos 60 ou + é mais difícil em relação aos seus 20 ou 30 anos atrás.


Para começar, pedimos que, caso você tenha algum histórico de doença cardíaca, entre em contato com o seu cardiologista para verificar se é seguro iniciar um programa de força. Se você tem Hipertensão controlada, já teve infarto mas controlou ou alguma arritmia cardíaca controlada, não tem problema iniciar o programa. Acompanhamos sua frequência cardíaca e pressão arterial ao longo do atendimento.


Agora vamos as boas notícias. Preparamos essas 7 dicas que iram ajudá-lo a perder peso e deixar sua saúde tinindo em seus 60 ou + anos.


Dica 1: Perca sua gordura, não seu peso!

Com a idade de 60+ você não pode se dar o luxo de perder massa muscular, massa tecidual de órgãos ou massa óssea. Você precisa de uma avaliação com nutricionista para verificar sua taxa de gordura corporal. Você pode também medir o tamanho de sua cintura. A regra geral é simples. O tamanho da sua cintura não deve ser maior do que a metade da sua altura.


Dica 2: Beba muita água!

Isto é claro para quem quer melhorar a saúde geral mas é especialmente importante à medida que envelhecemos. Muitos idosos evitam beber água devido a algum tipo de incontinência para que eles possam evitar correr para o banheiro constantemente", acrescenta Christen Cooper, um nutricionista em Pleasantville, Nova Iorque. "Isto é especialmente verdadeiro para os homens com problemas de próstata e mulheres com limitações da bexiga." (Se você está lidando com problemas de bexiga, temos aqui a solução). Sendo a água essencial para a digestão e metabolismo, nossos corpos podem facilmente confundir sede e fome, que nos leva a comer mais do que realmente precisamos para nos certificarmos que estamos recebendo o suficiente. Você pode definir um alarme em seu telefone em intervalos regulares para que você está lembrado para manter a beber ao longo do dia, sempre moderando.


Dica 3: Adicionar o treinamento de força à sua rotina.

Você sabe que a massa muscular diminui com a idade. (Aos 50 anos, você tem cerca de 20% menos massa muscular do que você tinha aos 20 e infelizmente só vai diminuindo) .Você também sabe que a perda muscular também se deve à um metabolismo mais lento, o que explica por que você está mais propenso a ganhar aqueles quilos extras que aparecem em cada aniversário. Mas há algo que você pode fazer sobre esses quilos a mais: Se exercitar! Claro, se você não tem um regime de treinamento de peso consistente, você vai querer começar devagar e levantar pesos leves, isso vai dar ao seu corpo tempo para se adaptar sem colocar muita pressão sobre seus músculos ou articulações e ajudam a evitar lesões. É importante aumentar gradualmente a quantidade de peso que você levanta. "É fundamental que o exercício de resistência significativa ser incorporado em qualquer plano de perda de gordura mais de 60 anos". Uma vez que você pode fazer 10 a 12 repetições com um haltere de 5 quilos e sentir que poderia continuar, é hora de atualizar para um peso superior, e assim por diante. Você sabe que está levantando a quantidade certa de peso quando mal pode aguentar terminar as repetições com as cargas atuais.


Dica 4: Ponha proteínas em seu cardápio.

Se alguma vez houve um tempo para se concentrar em obter proteína magra o suficiente, é agora. "Há alguma evidência de que os idosos precisam de mais proteínas", diz Susan Bowerman, um nutricionista em Los Angeles. Um estudo da Universidade de Arkansas descobriu que aumentar a ingestão de proteína pode ajudar os adultos mais velhos a construir músculos. Isso pode ajudar a neutralizar a perda muscular relacionada com a idade, diz Bowerman. Apontar para cerca de 30 gramas em cada refeição, e muito mais se você tende a ingerir alimentos ricos em carboidratos. "Na minha prática, noto que os padrões alimentares tendem a mudar um pouco com a idade, e que a medida que as pessoas envelhecem, as calorias que já foram gastas em proteína magra podem agora ser gastas em carboidratos ou gorduras." Não só o músculo é beneficiado pela proteína, ajuda também no crescimento e reparação (que, quando combinada com o treinamento de resistência, vai ajudar a aumentar a taxa metabólica e queima de calorias em geral). Comidas ricas em proteínas são mais saciantes que comidas ricas em carboidratos e gorduras, o que significa que você vai ser menos propenso a comer demais, diz Bowerman.


Dica 5: Seja paciente.

Embora seja possível chegar no seu peso desejado de forma saudável aos 60 e poucos anos, pode demorar um pouco mais. Você pode não ser capaz de se exercitar de forma tão intensa como você gostaria durante os treinos, levando a uma menor perda de calorias do que você costumava perder. Você pode não ser tão forte quanto você era antes, mas pode levantar pesos mais leves, sempre no seu ritmo. Mantendo sua dieta de forma constante e sempre se exercitando, os resultados apareceram com toda certeza.


Dica 6: Nunca esqueça de alongar!

Quanto mais flexível você for, mais você vai desfrutar de qualquer atividade física que você deseja fazer e menor as chances de você se machucar. Aos 60+, ter um estilo de vida menos ativo e um aumento nas dores pode fazer a sua flexibilidade se esvair. Considere fazer aulas de ioga ou mesmo simplesmente adicionar alguns alongamentos durante o dia, especialmente depois de uma caminhada ou aquecer os músculos de alguma outra forma.


Dica 7: Mude sua atitude

Se você já leu frases como: "Ganhar peso com a idade faz parte" ou "Todo mundo da minha idade está acima do peso" repetidas vezes, é hora de procurar novos ares. Talvez, com a sua iniciativa e resultados, você possa influenciar as pessoas do seu ciclo de convivência que costumam soltar tais frases e mudar o habito delas, então é extremamente importante mudar de atitude e começar a sua rotina de exercícios/alimentação agora mesmo!!!

Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

HORÁRIOS DE

FUNCIONAMENTO

 

SEGUNDA - SEXTA

07:00 - 21:00

​SÁBADO 

​08:00 - 12:00

 

  • Facebook Social Icon

Quer falar conosco?

© Fisio Força Cinesioterapia. 

Fale conosco por whatsapp